Artigos

A saúde pública pede socorro, por Pedro Godoy

A defasagem e a crise da saúde pública do Brasil têm vários motivos. Os principais são a deficiência da estrutura física, a falta de disponibilidade de material, equipamentos e medicamentos e a carência de recursos humanos.

A Constituição Federal de 1988 revolucionou a questão da saúde: O direito à saúde é hoje um dever do Estado e um direito fundamental de todos os cidadãos. Mesmo assim, é observada atualmente pela sociedade a decadência da saúde pública em todos os estados brasileiros e o consequente sucateamento do Sistema Único de Saúde, que se deu ao longo dos anos e atravessando sucessivos governos.

O SUS é o maior sistema de saúde pública do mundo e algumas pesquisas o apontam como um dos melhores sistemas públicos do planeta. Porém, para a maioria dos brasileiros o atendimento é considerado péssimo ou ruim. Essa avaliação é um retrato dos graves problemas já citados.

Os médicos, por sua vez, acabam tendo que trabalhar com uma estrutura precária, até mesmo improvisada, e muitas vezes expondo a sua integridade física, moral e ética na tentativa diária de atingir o sonho de realizar um bem maior através do compromisso de oferecer assistência ao próximo. Após anos de estudo e batalhas pessoais, a classe médica está oprimida pela realidade do atual sistema público de saúde brasileiro.

A população e os profissionais de saúde pedem socorro!

Pedro Godoy é Presidente municipal da Juventude Democratas em Anápolis-GO